quarta-feira, maio 22, 2024

InícioBRASIL E MUNDOAtaque russo deixa pelo menos seis mortos em Lviv, na Ucrânia -...

Ataque russo deixa pelo menos seis mortos em Lviv, na Ucrânia – Notícias




Pelo menos seis pessoas morreram em Lviv, nesta segunda-feira (18), após cinco mísseis russos “poderosos” atingirem a cidade localizada no oeste da Ucrânia, anunciaram autoridades locais.


Espessas nuvens de fumaça cinzenta se ergueram atrás de prédios de apartamentos, disse um morador do sudoeste de Lviv à AFP.


“Cinco poderosos ataques de mísseis de uma só vez na infraestrutura civil da antiga cidade europeia de Lviv”, anunciou no Twitter Mikhailo Podoliak, conselheiro do presidente Volodimir Zelenski.


O prefeito da cidade, Andriy Sadovy, confirmou o ataque, dizendo no Telegram que equipes de resgate foram ao local.


A empresa ferroviária ucraniana afirmou no Telegram que “vários mísseis caíram perto das instalações ferroviárias”, sem causar vítimas e sem prejudicar o tráfego.


O presidente do conselho de administração da empresa, Alexander Kamychin, disse que a infraestrutura danificada será reparada. “A ferrovia ainda está funcionando”, acrescentou.


“Os russos continuam a atacar barbaramente as cidades ucranianas do ar, declarando cinicamente ao mundo seu ‘direito’ de matar ucranianos”, disse Podoliak.


Lviv está localizada longe da linha de frente e, como o oeste da Ucrânia, sofreu poucos ataques desde o início da invasão russa em 24 de fevereiro.


Em 26 de março, Lviv sofreu uma série de ataques russos, dois dos quais deixaram cinco feridos e atingiram um depósito de combustível, segundo autoridades locais.


A cidade também foi alvo de um ataque em 18 de março que atingiu uma fábrica de reparos de aeronaves perto do aeroporto, sem causar vítimas.


Em 13 de março, mísseis de cruzeiro russos atingiram uma importante base militar a cerca de 40 km a noroeste de Lviv, matando pelo menos 35 pessoas e ferindo 134.


Perto da fronteira com a Polônia, Lviv tornou-se uma cidade de refugiados para os deslocados e, no início da guerra, acolheu várias embaixadas ocidentais transferidas de Kiev.

FONTE: R7

PEDRO SILVA
PEDRO SILVA
SÓCIO GERENTE DO JORNAL ACONTECEU.

MAIS NOTÍCIAS