sexta-feira, junho 21, 2024

InícioBRASIL E MUNDOLíderes voltam a discutir comando das comissões da Câmara  - Prisma

Líderes voltam a discutir comando das comissões da Câmara  – Prisma






Na semana passada, líderes dos maiores partidos da Câmara dos Deputados anunciaram que fecharam acordo para distribuir os comandos das comissões. A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), por exemplo, ficaria com o União Brasil. Após o acordo, as comissões seriam instaladas nesta semana. 


O R7 Planalto apurou que, apesar do acordo, os impasses continuam e o comando da CCJ ainda está em disputa. Na tarde da última segunda-feira (18), os partidos da oposição ainda negociavam trocas, o que realmente atrasou a instalação das comissões. Mas, nesta terça-feira (19), o ponto já havia sido pacificado. 





O União Brasil, fruto da fusão do PSL com o DEM , juntos a maior bancada eleita em 2018, ficou, no acordo da semana passada, com o comando da CCJ, CMO (Comissão Mista de Orçamento), da Educação,  Minas e Energia e  Legislação Participativa.


Com o novo acordo, o PT vai comandar a Legislação Participativa e o União Brasil o Esporte. O PT também ficou com as comissões de Cultura e da Amazônia. 







O PL, partido do presidente Jair Bolsonaro e atualmente a maior bancada da Casa, ficou com a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. Republicanos ficou no comando das comissões de Direito a Consumidor e PP com as comissões de Seguridade Social e Família e Meio Ambiente . A maioria dos partidos deve manter o comando das comissões para as eleições da mesa diretora.

FONTE: R7

PEDRO SILVA
PEDRO SILVA
SÓCIO GERENTE DO JORNAL ACONTECEU.

MAIS NOTÍCIAS