sábado, maio 25, 2024

InícioGAMERSOs 10 melhores jogos de Dungeons and Dragons

Os 10 melhores jogos de Dungeons and Dragons

A franquia de jogos Dungeons and Dragons foi criada em 1974 e se tornou rapidamente um dos RPGs mais populares no mundo todo. No Brasil, ficou muito conhecida por conta do desenho Caverna do Dragão, que é baseado no game.

O sucesso comercial de Dungeons and Dragons foi tão grande que a franquia gerou vários jogos para PC e diferentes consoles. Neste texto, listamos os melhores games eletrônicos de DnD.

10. Baldur’s Gate: Dark Alliance II

Baldur’s Gate: Dark Alliance II foi lançado em 2004 como sequência de Baldur’s Gate: Dark Alliance. É um RPG estilo hack and slash (que enfatiza o combate corpo a corpo) que fez jus ao game original. A continuação tem novos protagonistas e ameaças que atravessam mais de 40 níveis. Um diferencial é que ele é bem acessível a quem não está acostumado a jogar RPGs. Há muitos itens, áreas e personagens ocultos que são descobertos ao longo de uma partida.

9. Icewind Dale II

Esse jogo se passa nos Reinos Esquecidos de Dungeons and Dragons: Icewind Dale, uma região do continente de Faerûn dentro desses reinos. O game tem um sistema de combate bem arrojado e desafiador, podendo envolver boas horas de partida. Lançado em 2002, continua figurando entre os melhores jogos da franquia.

8. Dungeons and Dragons: Daggerdale

Lançado em 2011, Dungeons and Dragons: Daggerdale tem jogabilidade que permite um bom mergulho na ação — diferentemente de outros jogos, que têm mais conversa que aventura. Os quatro personagens têm características bem diferentes, proporcionando experiências específicas ao jogador que reinicia a partida. O game tem opções de campanha progressiva ou simplesmente exploração do mundo, subindo de nível com as conquistas que vão sendo realizadas. Mesmo tendo 11 anos, o jogo segue bem divertido.

7. Dungeons & Dragons Online

Aqui temos um game que é diretamente baseado no jogo de tabuleiro Dungeons & Dragons. Em estilo MMORPGs, esse DnD tem muitas opções: é possível escolher várias raças e espécies para o personagem, como Humano, Elfo, Anão, Warforged e Half-Orc. O mais legal é conseguir participar da comunidade Dungeons & Dragons, que é bem amigável em comparação às de outros jogos.

6. Neverwinter Nights 2

Neverwinter Nights 2 se passa na região de Neverwinter, dentro do mundo dos Reinos Esquecidos. Lançado em 2006, ele consegue explorar bem a riqueza dos detalhes do mundo e dos personagens. Uma curiosidade do game é que o enredo não se apresenta como sequência do Neverwinter Nights. No entanto, ele tem mudanças positivas em relação ao primeiro jogo, especialmente na complexidade da história e na jogabilidade.

5. Dragon Age: Inquisition

Agora um game premiado: Dragon Age: Inquisition venceu como Jogo do Ano no The Game Awards em 2014. Os gráficos são muito arrojados e a jogabilidade é bem atualizada. Um ponto interessante é que o jogador pode interferir diretamente na história, já que as decisões dele influenciam os caminhos que serão percorridos e os resultados que poderão ser alcançados. Dragon Age: Inquisition ainda tem recursos online e bastantes missões para serem enfrentadas em grupo.

4. Dungeons & Dragons: Shadow Over Mystara

E que tal um clássico de arcade? Lançado em 1996, Dungeons & Dragons: Shadow Over Mystara é um jogo estilo beat’em up (em que se enfrenta uma horda de inimigos) que se passa dentro do universo de DnD. Os jogadores têm a possibilidade de atualizar os equipamentos e os feitiços, uma novidade nesse estilo de jogo que se desenvolve por meio da rolagem lateral. O game oferece ainda vários finais customizáveis. Quem joga pode se sentir como se estivesse dentro da Caverna do Dragão.

3. Baldur’s Gate II: Shadows of Amn

Muita gente acha Baldur’s Gate II: Shadows of Amn o melhor jogo de Dungeons and Dragons. A história é bem instigante: no começo do jogo, o protagonista é capturado e preso por um bruxo na chamada fortaleza de Ireincus, com masmorras extremamente sombrias e perigosas. O jogo é bem longo e dura cerca de 71 horas. Durante todo esse tempo, o jogador se envolve em várias dinâmicas desafiadoras de RPG que se modificam de acordo com a classe e a raça do personagem. Há um enredo linear, mas também há bastante exploração independente para seguir. Assim, o player permanece interessado no jogo mesmo depois que o “vence”.

2. Icewind Dale, Enhanced Edition

No topo deste ranking aparecem jogos antigos de DnD que foram “revitalizados” dentro de um plano de marketing da franquia. Icewind Dale é um desses casos. Esse jogo de 2014 é um RPG de aventura ambientado na cidade de Easthaven. Essa versão é realmente melhorada e tem expansões: Icewind Dale: Heart of Winter e Icewind Dale: Trials of the Luremaster. Roda em várias plataformas, de PC a consoles, e está disponível em Android. O mais legal é que dá para jogar com outras pessoas, independentemente de qual plataforma escolher.

1. Baldur’s Gate II: Enhanced Edition

No topo, temos a nova versão de Baldur’s Gate, lançada em 2012. Para muitos críticos de games, esse jogo entra no top 10 de melhores RPGs já criados para video game. Isso porque Baldur’s Game é sensacional: a trama é envolvente e os personagens são cativantes. Em suma, é um jogo sem defeitos.

Baldur’s Game já era bem completo e cheio de conteúdos, mas a Enhanced Edition conseguiu ir além e adicionar áreas e cinco NPCs para acompanhar o jogador durante a jornada. A versão atualizada do clássico inclui as expansões Shadows of Amn, Throne of Bhaal e The Black Pits II. Se você realmente gosta de RPGs e da franquia Dungeons and Dragons, não há opção melhor.

FONTE: R7

PEDRO SILVA
PEDRO SILVA
SÓCIO GERENTE DO JORNAL ACONTECEU.

MAIS NOTÍCIAS