quinta-feira, fevereiro 29, 2024

InícioÚltimas NotíciasChuvas em novembro ficam 64% abaixo da média histórica em Juiz de...

Chuvas em novembro ficam 64% abaixo da média histórica em Juiz de Fora

Com duas ondas de calor, Juiz de Fora passou por um dos novembros mais secos da história, de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Ao longo dos últimos 30 dias, os pluviômetros convencionais registraram 84,4 milímetros de chuva, cerca de 64% a menos do que era esperado para o período, visto que a média histórica para novembro é de 236,2 milímetros de chuva.

A chuva escassa mostra o atraso na chegada do período chuvoso em Minas Gerais. Conforme o Inmet, o motivo é a atuação das duas ondas de calor que atingiram a região ao longo do último mês. Novembro geralmente é um mês de transição entre o período seco e o chuvoso, no entanto o calor extremo interrompeu esse padrão e prolongou os dias secos até o fim do mês.

Apesar da pouca chuva, o mês não atingiu a marca do novembro mais seco da história de Juiz de Fora. Desde o início da medição do Inmet, quando o pluviômetro ainda ficava no Bairro Mariano Procópio, o novembro mais seco foi registrado em 1970, quando choveram apenas 50,1 milímetros na cidade. Atualmente os aparelhos de medição ficam no campus da Universidade Federal de Juiz de Fora.

  • LEIA MAIS notícias de Juiz de Fora.

Recordes de temperatura

Fora a chuva escassa, novembro foi o mês em que Juiz de Fora apresentou recorde de temperaturas. O dia mais quente aconteceu na quinta-feira, dia 16, quando a máxima apontada pelos aparelhos do 5º Distrito de Meteorologia foi de 35,8 graus, o sétimo maior valor já registrado pelo Inmet no município.

O post Chuvas em novembro ficam 64% abaixo da média histórica em Juiz de Fora apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

FONTE: ESTADO DE MINAS

PEDRO SILVA
PEDRO SILVA
SÓCIO GERENTE DO JORNAL ACONTECEU.

MAIS NOTÍCIAS