domingo, julho 21, 2024

InícioESPORTESArgentina vence Canadá (2-0) na abertura da Copa América-2024 - Notícias

Argentina vence Canadá (2-0) na abertura da Copa América-2024 – Notícias

Com um explosivo Lionel Messi no segundo tempo, a tricampeã mundial Argentina iniciou com sucesso a defesa do título da Copa América ao vencer o Canadá por 2 a 0, na abertura do torneio continental, nesta quinta-feira (20), em Atlanta, nos Estados Unidos. 

Os atacantes Julián Álvarez, no início do segundo tempo (49′), e Lautaro Martínez (88′), foram os autores dos gols no Estádio Mercedes-Benz, repleto de camisas ‘albicelestes’ com a presença massiva de 70.564 espectadores. 

“Sabíamos que ia ser assim. Sabíamos do que o Canadá era capaz. Foi um jogo como esperávamos, muito duro, muito físico, principalmente no primeiro tempo, houve poucos espaços. Felizmente encontramos algo rápido no segundo tempo e conseguimos jogar um pouco melhor”, disse Messi após a vitória.

Com esta vitória na abertura do Grupo A, que é completado por Chile e Peru, a Argentina ampliou para 21 jogos sua invencibilidade desde aquela surpresa contra a Arábia Saudita na Copa do Mundo de 2022, no Catar. 

A tricampeã mundial, que venceu a última edição da Copa América no Brasil em 2021 ao derrotar a seleção brasileira na final no Maracanã, busca o décimo sexto título para se tornar a seleção com mais títulos da história da competição, honra que hoje divide com o Uruguai (15 troféus cada). 

A primeira rodada do Grupo A será concluída nesta sexta-feira (21), quando chilenos e peruanos vão se enfrentar em Arlington (Texas). 

“Quando conseguimos executar nosso plano tático, tornamos as coisas muito difíceis para a Argentina e poderíamos ter marcado um gol e aberto o placar”, lamentou o técnico canadense Jesse Marsch em entrevista coletiva. 

“Deixamos este jogo escapar quando tínhamos certas coisas sob controle. Agora temos que nos concentrar no Peru [terça-feira, dia 25, em Kansas City], outro jogo muito difícil, e não podemos dar nada por garantido”, acrescentou o treinador dos ‘Canucks’ .

– Domínio argentino, mas sem gols –

Pacientemente, mas com muita clareza, a Argentina assumiu a posse de bola desde o início da partida, e neste cenário Leandro Paredes surgiu como uma força motriz no meio de campo com passes longos para quebrar as linhas canadenses muito fechadas e ordenadas. 

E a pressão foi tanta aproveitando os passes do meia da Roma que em apenas 10 minutos a ‘Albiceleste’ já havia produzido três lances de perigo na área do goleiro Maxime Crépeau. 

Paredes tentou de meia distância aos 5 minutos, e depois surgiram dois contra-ataques em apenas um minuto. O primeiro foi interceptado por Crépeau num mano a mano com Di María e o segundo foi concluído por Messi, mas o seu chute foi para fora. 

A Argentina jogava melhor que o Canadá e rolava a bola de um lado para o outro em busca brechas numa defesa que era superada ao ser atacada em velocidade pelas pontas.

Mas os campeões mundiais tiveram um momento de desatenção na defesa e numa tentativa de reação os canadenses poderiam ter aberto o placar antes do intervalo, se ‘Dibu’ Martínez não tivesse defendido uma cabeçada à queima-roupa de Stephen Eustáquio aos 42 minutos, e em seguida Alphonso Davies desperdiçou o rebote chutando para fora. 

– Julián e Lautaro marcam –

O roteiro do primeiro tempo, com a Argentina dominando, não mudou no segundo, e então veio o que era necessário para consolidar esse controle absoluto: o gol. 

Messi tirou de sua cartola um passe pelas costas dos zagueiros canadenses e deixou Mac Allister em ótimas condições. A bola foi dividida na grande área após um choque com Crépeau e Julián Álvarez apareceu para pegar o rebote e fazer 1 a 0. 

O gol deu tranquilidade aos tricampeões mundiais e obrigou o Canadá a deixar seu campo, avançando alguns metros, uma situação bem favorável para a velocidade no ataque dos jogadores de Scaloni.

Messi teve a chance do segundo gol aos seus pés (64′) após um chute longo de ‘Dibu’ Martínez. O capitão da ‘Albiceleste’ superou Cornelius na velocidade, mas o chute voltou a encontrar Crépeau bem posicionado. 

O Canadá estava derrotado emocionalmente e isso foi entendido por Messi, que em mais uma explosão de velocidade aos 79 minutos desperdiçou outra situação de gol ao avançar sozinho pela direita e dar um leve toque encobrindo o goleiro. A bola foi para fora, raspando a trave direita. 

O estádio Mercedes-Benz queria o gol do camisa 10, mas Crépeau não permitiu. Porém, o craque argentino voltou a aparecer para dar outra assistência. Com um leve toque sob medida, ele deixou Lautaro Martínez, que havia substituído Julián Álvarez, livre para marcar e garantir a vitória albiceleste na abertura da Copa América.

cl/ol/aam

© Agence France-Presse

FONTE: GOOGLE NOTÍCIAS

PEDRO SILVA
PEDRO SILVA
SÓCIO GERENTE DO JORNAL ACONTECEU.

MAIS NOTÍCIAS