Últimas Notícias

Governo de Minas permite abertura de lojas em shoppings e galerias

Só será permitida a retomada das atividades comerciais liberadas pelo Minas Consciente de acordo com as ondas estabelecidas por cada município

Por Tribuna

O Governo de Minas Gerais autorizou a abertura de lojas que funcionam em shopping centers e galerias comerciais nas cidades que aderiram ao Minas Consciente, caso de Juiz de Fora. As novas diretrizes foram publicadas no portal do programa na manhã desta quinta-feira (4). Só será permitida a retomada das atividades comerciais liberadas pelo Minas Consciente, de acordo com as ondas estabelecidas por cada macrorregião de saúde. Como Juiz de Fora se encontra na “onda verde” do programa, apenas estabelecimentos de atividades essenciais poderão ser reabertos.

Conforme preveem as novas regras, o funcionamento dos shoppings e galerias deverá ocorrer em horário reduzido, das 12h às 20h. O projeto determina que ocorra o controle do fluxo de entrada, seguindo o cálculo de uma pessoa para cada dois metros quadrados na área livre do shopping (o cálculo exclui as áreas livres de lojas abertas e quiosques). Ao atingir a quantidade máxima do estabelecimento, só poderão entrar o mesmo número de pessoas que saírem. Além disso, as medidas estabelecem limitação de vagas nos estacionamentos, seguindo a proporção de um terço de sua capacidade.

Os shoppings deverão aferir a temperatura de clientes e colaboradores antes de ingressarem no espaço, utilizando termômetros sem contato com o corpo. Pessoas que estiverem com a temperatura acima de 37,2º e/ou mostrar sintomas de gripe/resfriado serão orientadas a buscar atendimento médico. Neste último caso, os acompanhantes também não terão entrada permitida.

O documento estadual ainda prevê a disponibilização de álcool em gel 70% para higienização das mãos, sendo obrigatório na entrada. Uso de máscaras também será obrigatório para clientes, funcionários e lojistas, não podendo os mesmos adentrarem os espaços caso não estejam utilizam o equipamento de proteção individual.

Entretenimento

Serviços de entretenimento que possam estimular grandes aglomerações ou de compartilhamento de itens permanecem impedidos de funcionar. É o caso de cinemas, teatros, áreas kids e lounges, eventos em geral, aluguel ou empréstimo de carrinhos de bebê e carrinhos de compra com cadeirinhas de bebê e criança, além de serviços de valet.O conteúdo continua após o anúncio

Restaurantes e praças de alimentação estão livres para o funcionamento, desde que sigam protocolo específico para esses estabelecimentos.

Todas as regras para retomada do funcionamento de shoppings e galerias podem ser verificadas no site do Minas Consciente.

‘Protocolos rígidos’

As mudanças em relação ao funcionamento dos shoppings também foram anunciadas durante coletiva de imprensa do Governo estadual nesta quinta. De acordo com o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, os shoppings e galerias deixam de ser “zonas proibidas” dentro do Minas Consciente. O representante da pasta destacou que as lojas que poderão funcionar devem seguir a mesma onda das cidades no programa. “Se o município está na onda verde, os shoppings e as lojas poderão funcionar seguindo os limites do segmentos da onda verde. O município que estiver na onda branca, as lojas do shopping que poderão funcionar são dos segmentos que estão na onda verde e na onda branca, e assim sucessivamente”, exemplifica. “Os protocolos de shoppings serão bastante rígidos para que o cidadão tenha uma experiência de consumo segura e responsável.”

Ainda conforme o secretário adjunto, até então, 110 municípios aderiram ao Minas Consciente, impactando uma população de 3 milhões de habitantes. “Esse programa tem tido uma boa adesão. Isso tem sido muito importante para que tenhamos uma ação coordenada entre os municípios, ressaltando sempre que a decisão pela adesão passa sempre pelo prefeito.”

Além dos shoppings centers e galerias, durante a coletiva foram anunciadas também mudanças em relação ao funcionamento de salões de beleza. Esses estabelecimentos deixam de ser da onda vermelha e passam a ser da onda amarela

Related Articles

Boletim Coronavírus de Bicas, região e do Estado desta segunda-feira, 30 de novembro

William Dolavale

Condutor fica ferido após acidente entre carro e caminhão entre Cataguases e Astolfo Dutra.

William Dolavale

BR-267, que liga a Juiz de Fora, continua causando transtorno a motoristas

William Dolavale

Bicas: todas as informações da COVID19 desta segunda-feira dia 26 de julho de 2021

William Dolavale

Bicas: todas as informações da COVID19 desta quinta-feira dia 20 de maio de 2021

William Dolavale

Detento de regime semi-aberto cai e morre no centro de Muriaé.

William Dolavale

Coronel dos bombeiros e sua mulher são encontrados mortos em Juiz de Fora

William Dolavale

HOMEM DE 53 ANOS MORRE EM ACIDENTE NA BR-267 EM LIMA DUARTE

William Dolavale

CBA garante que barragem de Itamarati suporta chuvas por até 10.000 anos.

William Dolavale

Recreio cria Prêmio para Folias de Reis com recurso da Lei Aldir Blanc

William Dolavale