Brasil e Mundo

Governo começa a pagar o Renda Minas na próxima sexta-feira, 13

O programa mineiro vai beneficiar 2,8 milhões de pessoas

O Governo de Minas dá início, sexta-feira, 13 de novembro, ao pagamento do Renda Minas, o maior programa de transferência de renda da história do Estado, que irá complementar o Auxílio Emergencial liberado pelo governo federal para pessoas inscritas no CadÚnico. O benefício busca auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade a enfrentar as dificuldades impostas pela pandemia.

Ao todo, serão beneficiadas quase 1 milhão de famílias mineiras e 2,8 milhões de pessoas. Têm direito ao Renda Minas os inscritos no CadÚnico até 11/7/2020. As famílias também devem se enquadrar na condição de extrema pobreza, cuja renda por pessoa não ultrapasse R$ 89 mensais.

A secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, frisa que o Renda Minas é uma transferência complementar ao Auxílio Emergencial no momento que este benefício está sendo reduzido pelo governo federal. “O Governo de Minas está complementando o valor para que pessoas em extrema pobreza não sintam tanto o impacto dessa redução”, afirma. O programa pode ser acessado mesmo por quem não recebe o Auxílio Emergencial, mas está elegível no CadÚnico.

Critérios
Para saber se está dentro dos critérios para receber o benefício, basta acessar o site do programa (www.rendaminas.mg.gov.br) e fazer a consulta por CPF ou pelo Número de Inscrição Social (NIS).

Pagamentos
Os pagamentos do Renda Minas serão feitos pela Caixa Econômica Federal. Os depósitos cairão automaticamente nas contas já existentes de beneficiários, como poupança, conta simplificada e poupança social digital (conta digital, movimentada por meio do aplicativo Caixa Tem).

Mais de 900 mil beneficiários já possuem conta aberta na Caixa. Para cerca de 66 mil pessoas elegíveis ao Renda Minas e que ainda não possuem conta no banco, será aberta automaticamente uma conta individual, com base nos dados dos responsáveis pelo cadastro da família no CadÚnico. O acesso pode ser feito pelo Caixa Tem.

O pagamento será feito em duas parcelas: a primeira referente aos meses de outubro e novembro, e a segunda correspondente ao mês de dezembro, que será quitada no dia 7/12. Apenas o titular e responsável pela família terá acesso ao Renda Minas. Em nenhuma hipótese o benefício será pago em contas de terceiros.

Cada família terá direito a três parcelas do benefício do Renda Minas. Logo, o benefício total por família é igual ao valor mensal da parcela multiplicado por 3. Então, uma família que possui 3 pessoas cadastradas no CadÚnico receberá, ao todo, R$ 117 x 3 = R$ 351.

Para esclarecimentos gerais sobre o programa, a Sedese disponibiliza o email: rendaminas@social.mg.gov.br.

Related Articles

Maia diz que Câmara vai analisar caso de Flordelis após ela virar ré pelo assassinato do marido

William Dolavale

Primeiro lote de vacinas da Pfizer chega amanhã ao Brasil

William Dolavale

Padre Dione celebra Missa de Finados em Bicas

William Dolavale

Romeu Zema deve visitar Juiz de Fora nesta sexta-feira

William Dolavale

Lei Maria da Penha completa 15 anos com avanços e desafios pela frente

William Dolavale

MEC divulga calendário de inscrições do Sisu, ProUni e Fies

William Dolavale

Romeu Zema confirma pagamento de R$ 500 de auxílio a famílias carentes de Minas

William Dolavale

Maripá de Minas: todas as informações da COVID19 desta quinta-feira dia 29 de abril de 2021

William Dolavale

Juiz de Fora recebe vacinas contra o coronavírus

William Dolavale

Prefeitura recolhe carros em situação de abandono nas ruas de Juiz de Fora

William Dolavale