Brasil e Mundo

Papa Francisco inicia visita inédita ao Iraque

É a primeira viagem de um papa a um país muçulmano de maioria xiita

Por Agência Brasil* – Brasília

O papa Francisco chegou hoje (5) ao Iraque, na primeira viagem de um pontífice a um país muçulmano de maioria xiita.

Na visita de quatro dias, o papa se apresenta como “peregrino da paz”, numa tentativa de reconciliar o país afetado por anos de guerra e terrorismo.

A agenda inclui encontros com a comunidade católica, cristãos de outras Igrejas e confissões religiosas, líderes políticos e com o Ayatola Ali Sistani, a maior autoridade xiita do país.

Francisco vai passar por Bagdá, Najaf, Ur, a terra natal do patriarca Abraão, figura de referência para os judeus, cristãos e muçulmanos, Erbil, capital do Curdistão iraquiano, Mossul e Qaraqosh.

De acordo com dados da Ajuda para as Igrejas Necessitadas, nos três anos de guerra contra o Estado Islâmico, 34 igrejas foram totalmente destruídas e 132 foram incendiadas.

Mais de mil casas de cristãos também foram totalmente destruídas e 3 mil incendiadas, o que demonstra a perseguição à minoria cristã no país.

* Com informações da RTP – Rádio e Televisão de Portugal

* Matéria alterada para atualização de informação

Related Articles

Prisão de 2 indivíduos por tráfico de entorpecente (maconha).

William Dolavale

Três veículos pegam fogo após acidente perto de Ressaquinha. Tráfego é normalizado após horas de engarrafamento

William Dolavale

Adélio agiu sozinho na facada em Bolsonaro, conclui Procuradoria

William Dolavale

VOLTA ÀS AULAS PRESENCIAIS SERÁ FACULTATIVA EM MINAS GERAIS

William Dolavale

Lote com as primeiras 120 mil doses da vacina CoronaVac chegam a São Paulo trazidas da China

William Dolavale

CNHs vencidas ganham validade até dezembro de 2021

William Dolavale

Protocolos rígidos colocam Barbacena próxima ao lockdown

William Dolavale

Mercedes-Benz encerra produção de carros no Brasil

William Dolavale

Enem terá regras para evitar contágio pelo novo coronavírus

William Dolavale

Dez anos após tragédia, região serrana sedia governo do Rio por 3 dias

William Dolavale