Brasil e Mundo

Com mais de 80% dos leitos de UTI ocupados, BH volta a fechar comércio

Registro de diferentes cepas de covid-19 motivaram decisão

Por Agência Brasil – Brasília

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, decidiu restringir novamente o funcionamento do comércio na cidade apenas às atividades essenciais. O decreto assinado por Kalil determina o fechamento das lojas a partir das 14h de hoje (6). A justificativa do prefeito é a presença de três novas cepas (P1, P2 e 117) de covid-19 em dois terços dos infectados da capital mineira.

“Não estamos contaminando mais pais e avós. Agora, estamos contaminando filhos e sobrinhos”, disse. Nas palavras dele, a cidade volta à estaca zero em virtude do cenário epidemiológico. Outra razão para a restrição é o aumento na taxa de ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI), que passou de 74,4% para 81% nos dois últimos boletins epidemiológicos.

O secretário de Saúde do município, Jackson Machado, reforçou a preocupação do governo diante da situação. “O perfil de contaminação mudou e essa foi uma das razões que nos levaram a sugerir que a cidade fosse novamente fechada. Pedimos a todos que se isolem em casa”.

Dentre os estabelecimentos que poderão funcionar durante o período de restrição estão padarias e lanchonetes (vedado o consumo no local), açougues e peixarias, minimercados e supermercados, mercearias, farmácias, óticas, lojas de materiais de construção, lojas de autopeças, bancos e casas lotéricas, agências dos Correios, indústrias e bancas de jornais.

Restaurantes poderão funcionar apenas para entregas em domicílio ou retirada no local de alimentos prontos e embalados para consumo fora do estabelecimento.

Vacinação

Neste final de semana, a prefeitura aplica a segunda dose da vacina contra a covid-19 em idosos com idade entre 86 e 88 anos residentes na capital. O insumo será aplicado das 8h às 15h em centros de saúde específicos, em todas as regionais da cidade, em postos extras e em pontos de drive-thru.

De acordo com a prefeitura, as doses para todo o público-alvo estão garantidas e não é necessário chegar muito cedo aos locais de vacinação. Os idosos devem levar o cartão de vacina que conste a primeira dose, o documento de identidade, o CPF e um comprovante de residência.

A lista completa com os endereços onde acontece a vacinação está disponível no portal da prefeitura (https://prefeitura.pbh.gov.br/).

Edição: Paula Laboissière

Related Articles

Prefeitura de SP adia carnaval 2021 devido ao coronavírus

William Dolavale

Volkswagen Fox sai de linha (agora é oficial); Gol vira o carro mais barato da marca por R$ R$ 65.590

William Dolavale

Léo Canhoto, que fez dupla sertaneja com Robertinho, morre aos 84 anos

William Dolavale

Cerca de 40% da floresta amazônica pode virar savana nas próximas décadas, diz estudo

William Dolavale

TRAGÉDIA EM JOÃO MONLEVADE – Motorista do ônibus que caiu do viaduto na BR-381 se apresenta à polícia

William Dolavale

Vereadores da Câmara Municipal de Bicas abraça ação: Bicas Sem Fome.

William Dolavale

POLÍCIA CIVIL IMPLANTA NOVOS DOCUMENTOS DIGITAIS DE VEÍCULOS EM MINAS GERAIS

William Dolavale

Financiamento imobiliário Caixa autoriza pausa por dois meses

William Dolavale

Novas leis de trânsito entram em vigor neste mês. Veja o que muda

William Dolavale

Brasil fica no fim da fila para receber doses da vacina de Oxford produzidas na Índia

William Dolavale