Brasil e Mundo

Cemig não fará reajuste em contas de luz pelo segundo ano consecutivo

Anúncio foi feito pelo governador Romeu Zema nesta terça e vale para clientes residenciais

Por Tribuna

De acordo com anúncio do governador Romeu Zema, nesta terça-feira (25), os 7 milhões de clientes residenciais da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) não terão reajuste nas contas de energia elétrica pelo segundo ano consecutivo. De acordo com Zema, a medida foi possível porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) acatou pedido da empresa de energia para devolver cerca de R$ 1,5 bilhão para os clientes de sua área de concessão. Ainda conforme o Executivo mineiro, a expectativa é de que a decisão amenize os impactos causados pela pandemia.

Ainda de acordo com o governo mineiro, o valor retornado pela Aneel se refere aos recursos levantados judicialmente em função do trânsito em julgado da ação que questionou a inclusão do ICMS na base de cálculo do PIS-Pasep/Cofins das faturas de energia. Sem a devolução dos recursos, o ajuste tarifário deveria seguir o de outras distribuidoras do país, que superam a casa dos dois dígitos em 2021.

O reajuste médio para outras classes de consumo é de 1,28%.O conteúdo continua após o anúncio

Condições de parcelamento ampliadas

Atualmente a Cemig oferece a campanha de negociação de débitos, no qual disponibiliza para os clientes residenciais e comerciais de baixa tensão, oportunidade de dividir em até 12 vezes suas contas em atraso, sem juros e utilizando o cartão de crédito. Além disso, para os clientes incluídos na tarifa social de energia elétrica, o parcelamento pode ser feito em até 24 vezes, também sem juros. Hoje a companhia tem mais de 900 mil famílias cadastradas nessa categoria.

Mesmo sem o reajuste, gerente de tarifas da Cemig, Giordano de Pinho Matos, lembrou que os reservatórios brasileiros continuam com níveis bem abaixo do normal para esta época do ano, sendo necessário o uso consciente e sem desperdício.

A bandeira tarifária acionada para maio é vermelha patamar 1, com custo de R$ 4,169 para cada 100kWh consumidos. O uso de tal bandeira, segundo a Aneel, relaciona-se ao fato de que o mês marca o início da estação seca em boa parte do país.

Related Articles

Brasil completa dois meses sem titular à frente do Ministério da Saúde

William Dolavale

POLÍCIA CIVIL IMPLANTA NOVOS DOCUMENTOS DIGITAIS DE VEÍCULOS EM MINAS GERAIS

William Dolavale

PREFEITURA REVOGA PONTOS FACULTATIVOS DO CARNAVAL

William Dolavale

VOLTA ÀS AULAS PRESENCIAIS SERÁ FACULTATIVA EM MINAS GERAIS

William Dolavale

Mesmo fora de linha, Celta ainda é sucesso das revendas de seminovos

William Dolavale

Cientista russo prevê que os próximos 10 anos serão piores do que 2020

William Dolavale

Veja calendário de pagamento do IPVA em cada estado e no DF

William Dolavale

Terremoto de 7.4 graus na Sibéria gera alerta de tsunami

William Dolavale

Já estou com muitas SAUDADES!

William Dolavale

Parabéns Bicas pelos 97 anos

William Dolavale